Segunda-feira, 09 de Janeiro de 2012

Um dia destes, num canal de televisão, o meu particular amigo Pedro Choy vaticina: 2012 ano do dragão; aumento de mortes por ataque cardíaco e AVC. E logo a seguir um outro no faceboock vem questionar: “o homem da acupunctura virou mestre Zanding?”

 

O mestre da ciência clínica lá terá a sua razão! Uma coisa é sabida e pública, cada vez mais tomamos conhecimento de tragédias por causas cardíacas ou pelo aumento de estropiados provocados pelos AVC.

 

E por que ocorrem? Não sei. Mas WHO (Organização Mundial de Saúde) diz que um ataque cardíaco acontece quando “parte do coração não recebe oxigénio em quantidade suficiente”

 

Enquanto isso um “AVC (Acidente Vascular Cerebral) é uma patologia associada a alterações nos vasos do cérebro”

 

Concomitantemente, a WHO não reconhece o stress como uma doença, preferindo aceitá-lo com uma resposta. Mas diz mais: o stress é actualmente uma “verdadeira epidemia mundial” a que todos estamos sujeitos. Quem disto tiver dúvidas perca a ilusão.

 

Contudo de forma extensiva dir-se-á que o stress é visto como uma resposta à panóplia de acontecimentos diários que temos de vencer. Logo o stress pode ser negativo ou positivo, daí haver especialistas que o definem como o sal da vida dos tempos modernos. E pode ser! Temos é de saber temperar a vida com o stress quanto baste. Temos de saber até onde podemos chegar, porquanto, se arranjamos tempo para ir com o carro à revisão, porém esquecemos de que também nós precisamos de periódica revisões?

 

Com efeito, a sociedade dos dias de hoje decorre a um ritmo alucinante, tais são as transformações permanentemente a temos de responder em tempo, factos que alteram atitudes e comportamentos. Tudo! Quantas vezes não dei por mim a levantar a voz por factos que não mereciam que perdesse um segundo!

 

Porém, aqueles a quem corre sangue nas veias (e não capilé) dificilmente serão capazes de passar ao lado do stress; uma tensão silenciosa geradora de uma patologia que termina em acidente. E porque escrevo agora sobre esta terrifica causa de morte?

 

Primeiro escrevo para fazer soar a campainha do stress aos que me lêem. Segundo porque jamais esquecerei o dia quando caí numa emboscada; um AVC, ou como dizia um dos médicos, o holandês – sem rodeios - “is a thombosis” Percebi logo, isto vai correr mal. Naquele momento tudo me veio à cabeça. O mundo caiu-me em cima.

 

Porém, há sempre uma percentagem que escapa. Escapei, uau! Contudo, sou permanentemente aconselhado a não ligar á vida. Mas não sou capaz. A nossa sociedade, literalmente, é uma merda. Se sinto pisarem-me os calos logo dou resposta; mas não devia, mas o meu sistema nervoso acelera o ritmo das sinapses e logo entro em stress.

 

Ultimamente, tenho dado conta de muitas figuras públicas, empresários, financeiros, etc., que têm sido chamados à pedra. Uns são poupados, outros não. Portando o meu amigo Dr. Pedro Choy tem a sua razão de ciência quando diz que 2012 vai aumentar o número de AVC. A vida que arranjámos, ou nos arranjaram a tais caminhos nos leva.

 

Ninguém é poupado; uma outra figura sonante deste país “caía subitamente para o lado derrubado pela exaustão e pelo stress, a que os clínicos chamam de burnout”. Dizia a notícia.  

 

Logo no primeiro ano de psicologia aprende-se que o”burnout é um distúrbio psíquico de carácter depressivo, definido por Herbert J. Freudenberger como (…) um estado de esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida profissional"

 

Em conclusão, não seria melhor pararmos um pouco para reflectir? A vida agitada pode terminar em patologias de stress ou de burnout. Mesmo em crise económica, por mais flores cubram o esquife, fica sempre uma dor para os que ficam. Que se dane o mundo!

 

Leiria, 2012.01.09



publicado por Leonel Pontes às 11:26
A participação cívica faz-se participando. Durante anos fi-lo com textos de opinião, os quais deram lugar à edição em livro "Intemporal(idades)" publicada em Novembro de 2008. Aproveito este espaço para continuar civicamente a dar expres
mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO